f
s
f

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipis cing elit. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa. Cum sociis theme natoque

Follow Me
TOP

Belém & Alter do Chão

/ per person
(0 Reviews)

Dia 1 – Belém
Chegada, recepção e traslado privativo para hotel. Dia livre

Dia 2 – Belém
Café da manhã
08h00 – Saída para passeio de dia inteiro com almoço incluído
Partida para a visita ao mercado Ver o Peso, armazém de todos os produtos comestíveis da Amazônia: dezenas de espécies de peixes, frutas, legumes; todas as variações de mandioca como farinha, tapioca, tucupi; camarão seco, mas também um mercado de carne soberba em um edifício que lembra o pavilhão Baltard. Visite as barracas que vendem ervas medicinais e Encantos para corpo e mente.

O passeio a pé termina na praça da Catedral Metropolitana com uma visita ao Forte de Castelo onde a cidade foi fundada em 12 de janeiro de 1616 e onde se tem uma vista panorâmica do mercado e da baía de Guajara..
Traslado para a Estação das Docas, antiga doca do porto, transformado em complexo cultural e turístico, aberto ao público desde maio de 2000. Aqui você pode ver os antigos guindastes e algumas máquinas preservadas nos três hangares de metal datados do século 19. Hoje esses hangares abrigam restaurantes e bares com vista para a baía, além de lojas e diversas exposições e eventos culturais que lá são organizados.

Almoço buffet com culinária regional no local, no restaurante Lá Em Casa (em um antigo armazém no porto –) ou no restaurante Manjar das garças no Parque Mangal das Garças.
Continuação da visita de Belém com o parque ecológico Mangal das garças (às margens do rio).
Cobrindo 40.000m² oferece aos visitantes uma síntese da fauna e flora amazônica das regiões do mangue com inúmeras aves, a maior estufa borboleta do Brasil, um orquidea, um farol de 47 metros oferecendo três plataformas de observação, dois lagos artificiais.

Continuação do passeio com a visita do museu Emílio Goeldi: Fundado em 1866 em um parque muito grande localizado no centro de Belém é a sede de uma instituição encarregada de estudar a diversidade biológica e sociocultural da bacia amazônica. O parque botânico possui mais de 2.000 espécies de plantas na região, como Acapou ou Cedar e 600 animais, alguns dos quais estão em extinção, como o Peixe-Boi, a arara azul, onça-pintada ou arapaima gigas também conhecido como Pirarucu, o maior peixe de água doce da América do Sul que pode chegar a 3 metros e 300 quilos.

Em seguida, visite a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré construída entre 1909 e 1920, durante o boom da borracha e cujas bolinhas de gude, granito, vitrais, pinturas vieram da Europa a bordo dos barcos que carregavam o látex para trás.
Finalmente descubra o Teatro da Paz (fechado segunda, domingo, sábado à tarde). O Teatro Notre-Dame de la Paix é um dos edifícios mais bonitos de Belém com suas paredes vermelhas e grandes colunas ao redor do segundo andar do edifício. Construído a partir de 1869 em um estilo neoclássico e inaugurado em 1878, é um dos teatros mais bonitos do Brasil, um edifício que deve sua existência à Febre da Borracha que permitiu que a cidade se enriquecesse.

Admire seu hall de entrada feito com materiais importados da Europa, como o lustre francês, as escadas e bustos dos escritores brasileiros José de Alencar e Gonçalves Dias em mármore Carrara, as estátuas de bronze francesas, o piso coberto com pedra portuguesa e os arcos das portas de ferro inglês forjadas

Noite livre

Dia 3 – Belém
Café da manhã
Tour de dia Inteiro à Ilha Combu com almoço – bebidas não incluídas
Fragrâncias e sabores amazônicos
Após o traslado do hotel, embarque em lancha local – regular – para cruzar o rio Guamá, com vista para a divisa sul de Belém e a movimentação de vários tipos de embarcações, desde grandes barcaças, balsas e os famosos “popopos”, como barcos fluviais são conhecidos. Em seguida, entre no riacho Combú, na Ilha do Combú, considerada a primeira Galeria do Rio Amazonas, feita por grafiteiros de várias partes do Brasil em um esforço conjunto de arte e cultura, projeto de Sebastião Tapajós Jr. Depois faremos uma parada na casa da Dona Nena, a responsável pelas ”Filhas Combú“, lá veremos a produção do chocolate orgânico.

Desde 2014, quando o chocolate 100% orgânico feito no quintal de Nena caiu nas graças de chefs renomados como Thiago Castanho e Alex Atala, o número de visitantes da pequena fábrica de artesanato não para de crescer. A Ilha do Combú é um paraíso amazônico, rica em cacau, mas também em açaí, cupuaçu, banana, pupunha e muitas outras espécies. Conheceremos também a majestosa e centenária Samaumeira, árvore que se ergue no terreno de sua casa entre cacaueiros e açaízeiros. Depois de uma caminhada ecológica e degustação deste maravilhoso chocolate, o passeio continua até um típico restaurante à beira-rio, onde será servido um típico peixe grelhado com seus acompanhamentos. Tempo livre para um cochilo ou um relaxante banho de rio.
Retorno a Belém e traslado ao Hotel
Jantar livre e pernoite.

Dia 4 – Belém / Santarém / Alter do Chão
Café da manhã
Manhã livre
À tarde, em horário a combinar, traslado do hotel ao aeroporto de Belém para embarque em voo (NÃO INCLUÌDO ) para Santarém (duração de 1h20)
Voo direto sugerido – Azul 4432 (12h35/13h55)
Recepção no aeroporto de Santarém com guia local e traslado ao hotel em Alter do Chão (30km).
Hotel Belo Alter ou similar x 03 noites com café da manhã incluído – http://www.beloalter.com.br/
Restante do dia livre, pernoite

Dia 5 – Alter do Chão
Café da manhã
Manhã livre
À tarde, saída para visita a pé ao centro da vila e sua linda praia de águas cristalinas. Esta é a altura ideal para ver os habitantes da aldeia a cumprirem as suas tarefas e as lojas e mercados abertos. Mais tarde, saímos da aldeia a bordo de uma “Rabeta” – lanchas equipadas com motor de popa com eixo longo, cruzando o Lago Verde e parando no meio do rio Tapajós, continuando nosso roteiro de reconhecimento à Serra da Piroca, a elevação principal em uma região bastante plana. Aqui se encontra o “cerrado” – vegetação pantanosa na medida em que a subida se torna mais acentuada.

Levaremos cerca de 1h40 min nesta expedição e chegando ao topo da Serra da Piroca, uma visão panorâmica de 360 graus do Tapajós (largura em alguns trechos do rio – 20km / 12.4 mi. De largura), o Lago Verde (Lago Verde) e suas baías, Amazonas ao norte e Alter do Chão ao sul. Como a trilha é íngreme, a descida demora um pouco. Antes do pôr do sol, um mergulho no Tapajós. Para fechar o dia, Pôr do sol na Ponta do Cururu.
Noite livre e pernoite

Dia 6 – Alter do Chão
Após o café da manhã, travessia do Lago Verde em lancha regular e descida do rio Tapajós; chegada na comunidade de Ponta das Pedras, horário para almoço e banho. Após um breve cochilo, pegamos a lancha até a Ponta do Jari, um canal natural que liga o Tapajós (águas claras) ao Amazonas (lamacentas). A Ponta do Jari, uma área inundada, é o berço de íbis, papagaios, garças, gaviões e outras aves; iguanas, golfinhos aquáticos, etc. Dependendo da época do ano e do nível da água, você poderá avistar jacarés. Visita a casa da comunidade local. Retorno ao hotel ao pôr do sol.
Partida às 8h30 e retorno por volta das 17h30 / 18h. Inclui almoço com água mineral e refrigerantes

Dia 7 – Alter do Chão/ Santarém/ …
Café da manhã
Traslado para o aeroporto de Santarém em tempo de pegar voo para ….

Fim de nossos serviços

RESERVAS SUJEITAS A DISPONIBILIDADE
Serviços terrestres em base privativa, com acompanhamento de guia local, exceto durante passeios e travessias de barcos, que os mesmos são operados em embarcações regionais/ regulares. Todos os nossos passeios fluviais estão sujeitos a alterações nos trajetos, devido às peculiaridades da a região, como clima e marés. Sendo assim, reservamos-nos ao direito de fazer alterações nos descritivos sem aviso prévio, de acordo com a necessidade

Nossa referência: 17511

Reservas sujeitas a disponibilidade

Programa NÃO INCLUI:
– Passagem aérea cidade de origem/ Belém, Belém /Santarém e Santarém/ cidade de origem
– Despesas Extras
– Bebidas e/ ou refeições não mencionadas no roteiro
– Tours e atividades não mencionados no programa
– Seguro-viagem /seguro-COVID

Recomendações : roupas leves e adequadas para atividades externas, tênis, sandália (para relaxar no barco), boné, repelente, protetor solar, dinheiro em espécie para compras nas comunidades, pois estes locais não aceitam cartão de crédito.

You don't have permission to register